Nova York: sonho ou realidade?

Como descrever Nova York? Cidade de pura luz! Puro brilho! Das ruas e dos olhos contentes e imaginativos.... os meus pareciam saltar das órbitas enquanto descobriam a cada passo dado, um motivo diferente para agradecer de estarmos ali. Amei! Amei sim, poder ter a oportunidade de estar naquele lugar, naquele momento com aquelas pessoas (mesmo faltando uma parte importantíssima de mim).... Mas enfim, vim contar como foi minha incrível experiência de estar em Nova York. Então vamos lá!

Frio... era congelante caminhar pelas ruas barulhentas e cheias de vida de Nova York. Elas são cheias de vida e de cor, mesmo no inverno que não esperávamos. Não sabia para onde olhar, porque nestas viagens em família e com amigos, temos que olhar para tudo e todos, todo o tempo para que não percamos nada e acabamos perdendo quase tudo... mas vale muito a pena!

O QUE FAZER
Quando penso nessa viagem, a primeira imagem é a do Central Park. Branquinho, parecendo estar coberto de algodão. Mas, mesmo em outras épocas do ano, pelo que vejo em fotos, é o passeio imperdível e inesquecível que não pode faltar em nenhum roteiro.

Uma dica que dou, por experiência própria, é andar à esmo pela cidade. Com certeza, haverá momentos de muita emoção e descobertas pelo caminho.



Estátua da Liberdade: ir à NY e não passar para dar um alô, é a mesma coisa que vir ao Rio e não ir ao Cristo Redentor. Pois então... ela é enorme! Linda! Imponente! Fomos num dia de muito frio. Trocamos nosso cupom do NY CityPass (já explico o que é) na bilheteria, pegamos a barca e fomos para a ilha que abriga a nossa ilustre celebridade! Não quisemos o tour guiado e, para entrar na estátua tínhamos que fazê-lo. Demos uma volta pela ilha, deslumbrados com o dia lindo e o visual, e depois voltamos; confesso que o frio excessivo atrapalhou um pouco nossa visita. Uma pena. Mas ainda deu prá tirar ótimas fotos, brincar um pouco e, é claro, ir na lojinha.(www.nps.gov)

Empire State: segurança máxima. É a primeira coisa que me vem à mente quando lembro de lá... Passamos por vários detectores de metais, revistas e, quase tivemos que tirar a roupa prá entrar lá. Mas valeu a pena. Lógico que, lá em cima estava um frio de cortar, mas ficamos maravilhados com a vista e o que mais me chamou a atenção é que, ao entrarmos, pegamos um aparelho que vai dando todas as informações na sua língua sobre o prédio, desde a sua construção até os dias atuais com direito à fotos. Você nem sente que está numa fila quilométrica. Uma sacada e tanto dos organizadores. (www.esbnyc.com)




Top of Rock: entramos num elevador no meio da rua, ao lado do Rockefeller Center e saímos numas lojas e restaurantes no subsolo. Deveria ter descoberto isso antes. Uma das minhas frustrações da viagem foi não ter conseguido patinar no gelo. Meu filho não quis então achei que ficaria ridículo eu, patinando sozinha.... Mas ali, ao lado do ringue de patinação tem vários restaurantes protegidos do frio para que os pais ou acompanhantes dos patinadores possam aguardar sem congelar do lado de fora. Acho que se tivesse descoberto antes, teria pagado o mico sozinha mesmo!!! Enfim, fomos até a bilheteria do Top of Rock, trocamos os nossos bilhetes, e fomos à luta! Acho que a proposta é a mesma do Empire State, mas nesse elevador, passa um filmezinho no teto que é transparente. Bem legal. Ao chegarmos lá, uauuuu, a visão do Central Park coberto de gelo. Indescritível! www.topoftherocknyc.com

Loja da M&M: Ali, logo atrás da escadaria vermelha, na Times Square, tem uma loja gigantesca da M&M. Para quem gosta, um programa imperdível. Achei os produtos mais caros que nos mercados, mas vale a pena dar uma espiadinha.








Museu de cera: nunca tinha ido à um. Então, nem preciso dizer, que comecei com o pé direito! Impressionante como são perfeitas aquelas "pessoas". Algumas nem tanto, mas a maioria me impressionou. E uma curiosidade: eu amo aquela música "Empire State of Mind" e sempre sonhava em escutá-la em NY. Matei o desejo dentro do museu. Tem uma ala totalmente dedicada à cidade em que a música toca repetidas vezes.... Logo quando vc chega, tiram uma foto nas vigorosas mãos de nada menos, nada mais que King Kong e durante o passeio, em outros pontos, também, como a mesa de Barack Obama e ET. Imperdível! (www.madametussauds.com). Essas fotos são vendidas ao final da visita. Comprei meus ingressos pela internet porque tinha um descontinho. Paguei US$28/ adulto, na época. Sempre, que posso, compro os ingressos pela internet antes de viajar, primeiro porque facilita na hora e, o mais importante, indo já pago, não tenho que me preocupar em gastar meu rico dinheirinho lá na hora, podendo comprar milhões de outras coisas... hahahaha.
Entrada do Teatro


Show da Broadway: não conseguimos entrar em um consenso para escolher um, porque estávamos com crianças e, como os shows são em inglês, acabamos desanimando. Mas aos 45 minutos do segundo tempo, consegui ir sozinha ver o show Mamma Mia. Criem uma oportunidade para ir. Mesmo que ela não se mostre fácil. Façam acontecer! É incrível! Fantástico! Extraordinário! Comprei meu ticket no guichê da TKTS embaixo da escadaria vermelha, na Times Square. Os preços são de 20 a 50% mais baratos que o valor normal. Custou 70 dólares e fiquei muito bem colocada no teatro. Me acabei de dançar, pular, cantar e até me emocionar. Acho que o motivo de eu ter conseguido tal façanha, seria porque era apenas um ingresso. Mas estes, são mais baratos nesse guichê, de qualquer forma! www.tkts.com

Museus: AMO museus, com todas as minhas forças! Mas, infelizmente, só consegui conhecer o Museu de Historia Natural. Acredito que tudo neste lugar, é de babar! Tudo muito organizado e lindo! Em vários momentos, me vi dentro do filme Uma Noite no Museu! www.amnh.org


Charging Bull: É um touro em tamanho família (se é que vocês me entendem), que, segundo a lenda, quem passa a mão em seus "documentos", vai ganhar muito dinheiro. Já que estávamos ali, porque perder a viagem??? Então, bora, acariciar o bichano! (www.chargingbull.com)


Memorial & Museu Nacional do 11 de setembro: Não entramos no museu por falta de tempo, mas passamos pelo Memorial, que fica situado aonde existiam as duas torres que foram derrubadas em 11/09/2001. Não sei explicar em detalhes qual a sensação de estar ali. É um buraco gigantesco, onde águas caem como cachoeiras ou lágrimas. Sensação de desalento, de tristeza pelos que se foram, de insegurança. Enfim, muito bom passar por ali e se sentir vivo! Ali mesmo há um quadro com o nome de todos os membros do corpo de Bombeiros que perderam suas vidas ao tentar salvar outros. Um exemplo de amor ao próximo! (www.memorial911.org)



SACADA DA VIAGEM
Antes da viagem, compramos o NY CITYPASS. É um bloquinho que dá direito à 6 atrações em pontos turísticos. São U$114 por adulto e U$89 por criança até 17 anos. Eu fui à Estátua da Liberdade, o Empire State, Top of Rock e o Museu de Historia Natural. Não consegui visitar as outras. Uma pena! (pt.citypass.com)

ALIMENTAÇÃO
Volcano - Carmine´s
Tínhamos vindo de Orlando e ficamos meio mal acostumados com o baixo custo da alimentação então foi alarmante, mas pudemos comer muito bem no restaurante brasileiro Via Brasil (custo bem alto), aproveitando para matar as saudades de um bom bife com batatas fritas. O Carmine´s, (carminesnyc.com) na minha opinião foi uma ótima pedida! Muito bem servido e com preço justíssimo... e a sobremesa... o que era aquela sobremesa? O nome era Vulcano... Vale muito a pena conferir!!! Comemos a pizza do Sbarro (www.sbarro.com) Muito gostosa e bem barata!
Gostamos muito, também, do Olive Garden, sempre muito gostoso e com preço justo.
Bubba Gump - imperdível para quem assistiu (ou não) o filme Forrest Gump. Além de várias peças do filme, o visual da Times Square é deslumbrante. A comida é a típica americana... Muito sanduíche com batata frita... Adooooro! (www.bubbagump.com)


No último dia em NY, fomos ao Jeckyll and Hyde Club. Foi uma indicação de uma amiga e, eu, particularmente mega aprovei! A diversão já começa na entrada com um cara de cartola, escondido dentro de uma cabine (parecendo aquelas telefônicas), que nos dá as boas vindas. Ao entrar, é tudo meio escuro e vc se depara com caveiras, insetos dentro de vidros, sarcófagos. Enfim, é um restaurante do terror. Enquanto vc come, vem um mágico, uma cabeça de elefante gigante se mexe, um corpo metálico, tipo daquele filme "Eu sou robô", fala, há um show.... toda a casa é voltada para filmes macabros e até, engraçados. Comi uma salada e meu filho foi na pizza mesmo. Tudo muito saboroso! Vale muito a pena conhecer! (www.jeckyllandhydeclub.com)

DESLOCAMENTO
Andamos de táxi a maior parte do tempo porque no único dia que tentamos andar de metrô, acabamos nos enrolando e não quisemos nos aventurar, mas acho que seria muito melhor e mais barato o metrô....


ONDE NOS HOSPEDAMOS
Ficamos no hotel ROW NYC (rownyc.com), situado a 700 8th Ave, New York, NY 10036, Estados Unidos
    Excelente localização. Quartos bem confortáveis no estilo americano, com duas camas de casal e banheiros com banheira. À noite meu marido reclamava do barulho de sirenes, mas eu, como andava o dia inteiro, não escutava nada!

CILADA
Pier 16
Caímos numa cilada de irmos ao Pier 17... Eu adoooooro, procurar dicas em blog, mas tenho o mau hábito de não olhar as datas das publicações... Fiquem atentos! Passamos um perrengue para chegar ao local com as crianças, num friozinho mega delícia, se é que vocês me entendem e o local estava fechado!!! Tipo não existe... há uns dois anos! Mas como sou uma pessoa que não perde a viagem, fomos no pier ao lado e tiramos fotos maravilhosas... uma das quais eu mais gosto!!! 

CENTRAL PARK
Tão incrível que achei que ele merecia um tópico só dele! Imperdível!!! Totalmente!!! Fui no inverno, mas acredito que, em qualquer época do ano, ele seja de uma beleza sem igual!!! A primeira vez que o vi, me apaixonei! Ele estava lindo, todo branquinho, esperando por mim. Fizemos uma visita guiada com um daqueles caras que ficam com cavalos e bicicletas no ultimo dia e me arrependi de não ter feito antes. Optamos pela bicicleta que tem uma cadeira onde coubemos nos três, eu, uma amiga e a sua filha, por ser bem mais barato que o passeio de charrete, mas fiquei apaixonada pelos cavalos e, pela decoração dessas charretes. Não os achei mal cuidados como havia lido antes de ir.


    FAO Schwarz
    Toys R´us

    LOJA DE BRINQUEDOS FAO SCHWARZ OU TOYS R'US?
    As duas, com toda certeza! A FAO Schwarz foi aquela loja do filme Esqueceram de Mim, onde tem o piano gigante, que vc pode dançar em cima das teclas e ainda de quebra tiram uma foto sua e fazem uma montagem. Não comprei porque achei muito cara. Mas me acabei no piano... E a Toys R'us é aquela em que tem uma roda gigante dentro da loja! Tipo uauuuuuu.....
    www.toysrus.com
    www.fao.com



    SEGURO VIAGEM: Tenho que dizer que nesta viagem, o seguro salvou nossas vidas, ou melhor, nossos bolsos! Pagamos algo em torno de R$900,00, na época, com o dólar a R$2,54, e recebemos de volta, R$5.000,00. A história é a seguinte: voltaríamos numa segunda-feira, mas houve uma nevasca, como há muito não acontecia em NY e todos os vôos foram cancelados. Então, acabamos presos até o sábado seguinte. Com isso, tivemos que pagar hotel, alimentação e deslocamento, ou seja, recebemos do seguro esta grana que pagou, pelo menos o hotel. Ufa! Façam o seguro sem pestanejar!
    Enfim, espero ter ajudado com alguma dica e estou aqui para tentar desvendar alguns segredos com vcs.
    Ate a próxima!!!